Tipos de flores e suas funções!

A flor é a estrutura responsável pela reprodução das plantas angiospermas.

É por meio da reprodução que novas plantas são originadas, assegurando a manutenção dos ecossistemas.

Funções das flores

A função primordial das flores é a produção de sementes para a formação de novas plantas, garantindo a sobrevivência das espécies.

Assim, a flor é responsável pela reprodução das plantas. Para isso, elas são formadas por folhas modificadas, geralmente de cores atrativas e formatos diferenciados para atrair os seus polinizadores.

 

Partes da flor

Partes da flor

Uma flor completa apresenta as seguintes estruturas:

  • Estame: estrutura masculina da flor onde localizam-se o filete e a antera.
  • Carpelo: estrutura feminina da flor, formada pelo estigma, estilete e ovário.
  • Pétalas: folhas modificadas e coloridas com a função de atrair os polinizadores. O conjunto de pétalas é chamado de corola.
  • Sépalas: localizadas abaixo das pétalas, geralmente, de coloração verde. O conjunto de sépalas é chamado de cálice.

Toda essa estrutura é sustentada pelo pedúnculo, haste responsável por ligar a flor à planta.

O pedúnculo apresenta uma porção dilatada ligada à flor denominada de receptáculo floral, onde estão inseridos os elementos florais.

Gineceu e Androceu

Estrutura da flor
Flor feminina e flor masculina

De acordo com a estrutura da flor, ela pode ser feminina ou masculina. Essa definição depende da presença do gineceu e do androceu.

Gineceu

O conjunto de carpelos é denominado de gineceu, a parte feminina da flor.

O gineceu é formado por carpelos, pistilo, estigma, estilete e ovário. Dentro do ovário estão os gametas femininos da planta.

O estigma é a porção que recebe o grão de pólen e através do estilete liga-se ao ovário. Já o ovário é a parte que vai se transformar em fruto.

O fruto é resultado do desenvolvimento do ovário, enquanto a semente representa o desenvolvimento do óvulo depois da fecundação.

 

Androceu

O conjunto de estames é denominado de androceu, a parte masculina da flor. O androceu é formado pelos estames, antera e filete.

Os estames são formados pela antera e filete. O filete corresponde a uma haste longa e fina, onde em sua extremidade encontra-se a antera, responsável pela produção do pólen.

Tipos de flores

Exemplos de flor hermafrodita: As flores apresentam diferentes classificações, que pode ser quanto ao sexo ou quanto ao número de flores.

Classificação quanto ao sexo

  • Hermafroditas ou monoicas: são as flores que apresentam os órgãos reprodutores masculino e feminino na mesma flor. A maioria das angiospermas são hermafroditas, como exemplo podemos citar a tulipa.
  • Dioicas: são as flores que apresentam os órgãos reprodutores masculino ou feminino de formas separadas. Como exemplo podemos citar o mamoeiro.
  • Presença dos elementos florais

    • Flores completas: são as flores que apresentam todos os elementos florais: cálice, corola, androceu e gineceu. A rosa é um exemplo de flor completa.
    • Flores incompletas: são as flores com a ausência de algum dos elementos florais. A begônia é um exemplo de flor incompleta, pois ela possui uma estame ou um pistilo, mas não ambos.
    • Polinização das flores

    • polinização
    • Tipos de polinização

      polinização é o ato de reprodução das plantas que consiste na transferência do pólen da parte masculina da flor para a parte feminina.

       A polinização pode ocorrer da seguinte forma:

      • Polinização direta: quando acontece na mesma flor, é a autopolinização.
      • Polinização indireta: representa a polinização entre flores da mesma planta.
      • Polinização cruzada: é quando a polinização acontece entre flores de plantas diferentes.

      Curiosidade

      A presença de flor e de fruto que protege a semente é uma das principais características das angiospermas, que por sua vez, são vasculares, pois possuem raiz, caule e folhas.

      Já as gimnospermas são plantas que produzem flores e sementes, porém suas sementes são nuas e não ficam envoltas pelo ovário desenvolvido (que são os frutos).

    • FONTE: Lana Magalhães
      Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.

Você Pode Gostar

Faça um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *