Já falamos das cores para atrair boas vibrações no ano novo e também das comidas. Agora falaremos do que fazer, o famoso “pular ondinhas”, “bater o pé no chão”, entre outros. Mas o que essas coisas atraem? Leia e descubra!

Pular 7 ondas para realizar desejos

Se você vai passar a virada de ano na praia, aproveite para ir até o mar e pular as tradicionais sete ondas. O rito, originário da Umbanda, é uma homenagem a Iemanjá, considerada por muitos a Rainha do mar. Há ainda quem diga que cada pulo equivale a um desejo, então, se você já sabe o que quer para o próximo ano, se joga!

Acender vela para deixar coisas ruins para trás

Antes de o ano terminar, acenda uma vela branca em um cômodo tranquilo de casa e faça uma oração — qualquer uma de sua preferência. Depois, escreva em um papel branco tudo que houve de triste e desagradável nos últimos 12 meses e que você não quer que se repita no ano seguinte. Com tudo escrito, queime a folha de papel na chama da vela. Você estará mandando embora os pensamentos negativos, então é importante ter em mente somente vibrações do bem. No dia primeiro, escreva, em outra folha de papel, tudo o que você deseja para o novo ano. Mentalize positivamente e guarde o papelzinho até o próximo Réveillon.

Bater o pé no chão para conquistar um grande amor

Para atrair amor no ano que chega, escolha roupas íntimas novas para a noite da virada. Se você já estiver interessada em alguém, escreva o nome da pessoa sete vezes na sola do sapato esquerdo e, quando der meia noite, bata sete vezes com esse pé no chão, repetindo o nome da pessoa também sete vezes. Para quem já é casado, vire o ano com lençóis novos na cama. Isso garante felicidade conjugal no ano que começa.

Cumprimentar pessoas com moedas na mão para ganhar dinheiro

Na noite de Réveillon, cumprimente todas as pessoas que estiverem com você com um aperto de mão. É essencial ter, na mão com a qual você vai cumprimentar, uma moeda de qualquer valor. Quando sentir a pressão do cumprimento, mentalize prosperidade financeira e sorte para você e para o outro.

A escolha das calcinhas

A gente sempre dá um jeito de usar a calcinha que escolheu para o Réveillon: seja com uma cor diferente ou pelo modelo mais detalhadinho. A roupa às vezes nem importa tanto quanto a roupa íntima, afinal, é ela que, segundo a tradição, atrai aquilo que queremos para o ano que está começando. Mas afinal, como escolher a cor certa para aquilo que deseja?

Você Pode Gostar

Faça um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *