Vereadora foi morta com quatro tiros na cabeça em março deste ano

A Estação Primeira de Mangueira escolheu na noite do último sábado (13) o samba-enredo que irá apresentar no Carnaval 2019. Com uma letra que irá contar a história do Brasil, a escola de samba deverá trazer o nome da vereadora Marielle Franco em, ao menos, 14 passagens da composição, segundo informações do G1.

Caso Marielle

Marielle com quatro tiros na cabeça. Além dela, o motorista Anderson Gomes, que dirigia carro na saída de evento com outras mulheres negras, também morreu, com três tiros nas costas.

O crime aconteceu no dia 14 de março de 2018. Até o momento, o Ministério Público do Rio de Janeiro identificou o biotipo da pessoa que disparou contra a vereadora do PSOL Marielle Franco e o motorista. Os investigadores também identificaram novos locais pelos quais o carro utilizado no crime circulou.

Samba com Marielle

Intitulado “História pra ninar gente grande”, o enredo da Mangueira é de autoria do carnavalesco Lenadro Vieira e a letra da música que embalará a passagem da escola pela Marquês de Sapucaí é escrita por Deivid Domênico, Tomaz Miranda, Mama, Marcio Bola, Ronie Oliveira e Danilo Fimino.

A ideia é contar a história do Brasil desde sua descoberta, em 1500, até a atualidade. Além de Marielle, outras personagens femininas fortes serão citadas, como Dandara dos Palmares, mulher negra que lutou contra o regime de escravidão, Luíza Mahin, líder de lutas pelo direitos dos negros na Bahia, entre outras lideranças.

Por Claudia

Você Pode Gostar

Faça um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *